sábado, outubro 31

1º verbo

Entediar - verbo referente á palavra tédio: s.m, Fástio; aborrecimento; desgosto; nojo.
Tédio do mundo, tédio das guerras, tédio do petróleo ... do gás natural... dás fontes de energia renováveis, tédio das Olimpiadas do Rio, tédio do governo, tédio do trabalho, tédio do ato de estudar, tédio dos amigos, tédio de comer, tédio de dormir, tédio de arrumar a casa, tédio de acordar cedo, tédio das drogas, tédio de beber, tédio de baladas, tédio no namorado, tédio da mãe.. do pai.. das irmãs.
-Um certo aborrecimento da vida que você leva, um certo desgosto das coisas que vem acontecendo, um nojo de continuar sempre sentindo tédio pelas mesmas coisas sem importancia.

terça-feira, outubro 27

Castigue-me


                            Castigue-me infinitamente com seu amor. Com esse seu estranho modo de amar, que me engana e me faz sofrer, e ao mesmo tempo me prende e me faz te querer.
Só te peço que não me beije de olhos abertos, um beijo sem paixão, por conveniência, se for me beijar, que seja de olhos fechados, pois seus olhos fechados me deixam ver tua alma.
Não me ame apenas por prazer, tenha sentimento, tenha vida, tenha segredos compartilhados, me ensine a ser sua que eu te ensinarei a ser meu.
                                   Não peço jamais que seja eterno, pois de ilusões já estou farta, o eterno é algo relativo, e quando se põe amor ao lado de eterno, as chances são maiores de haverem mentiras escondidas. 
Só peça que seja verdadeiro, que haja sinceridade. Não acordarei bela em todas as manhãs, irei querer outros, do mesmo modo que você irá querer outras, não te peço que seu corpo seja fiel á mim, só espero que sua alma seja.
Não peço que me entenda, pois jamais seremos capazes de entender o que se passa dentro de outra pessoa, pois palavras mentem, pessoas mentem, e através de mentiras não se pode construir nada que valha á pena.
                                 Peço que me ame pelo que você vê, pelo que ouve de mim, pelo modo como me sente!
Não te pedirei nada que eu mesma não poderia te dar, pois o nosso amor será construido a cada dia, serão descobertas e doações mútuas de alegrias e tristezas, só me deixe te conhecer e te amar. 
Que não seja infinito, que não seja entrega total, que tenha pés no chão, que tenha amor próprio e principalmente ... que dure enquanto nossos corações estiverem cheios, pois á partir do momento em que a primeira gota de amor cair, irei preferir partir com bons momentos, sem deixar que os maus nos alcancem e estraguem o que conseguimos construir.

Pequeno espaço vazio.




Olhei pro lado e procurei,
cadê aquele grande e eterno amor que estava aqui?
cadê aquela paixão que me acompanhava á restaurantes baratos e entre os lençóis?
Será que amores eternos acabam de um dia para o outro?
Ontem achei que amava, que nunca mais ia amar alguem assim e que sem você minha vida seria completamente triste e inútil, mas hoje quando olhei pro lado e não te vi ... minha vida não acabou. Eu consegui tomar café, consegui dar uma volta com os amigos, consegui me concentrar no trabalho, consegui ser feliz, e tudo isso, sem meu eterno amor do lado.
O único sintoma que me sobrou foi um pequeno espaço vázio aqui dentro, que não sei bem se é no coração ou na alma. Não posso negar que não sinto falta de olhar pro lado e ver o amor 'aparentemente' eterno alí. A questão da comodidade falava mais alto depois de um certo tempo, por que sair e procurar um 'novo' amor eterno se o antigo ainda estava alí vivinho e no auge paixão bem do meu lado?
Mas novas descobertas sempre são bem vindas, não que tenha sido prazeroso saber que o amor eterno que eu tinha, de repente não significava muita coisa, pois era frustante perceber que tinha me enganado mais uma vez, porem isso me mostrou mais uma vez que podemos ser felizes diante das situações aparentemente difíceis de entender.
E aquele pequeno espaço vazio? ainda está aqui, não dói, não sangra, não deixou nenhuma grande cicatriz, e pode Sim ser preenchido com um outro amor eterno sem data para terminar, mas com a consciência que ao olhar para o lado, possa não estar mais lá.

quarta-feira, outubro 21

Suicídio da alma

video
          
       Manter desejos antigos aprisionados dentro de sí é como um suicídio da alma.
Se apegar ao passado, á coisas que aparentemente te faziam bem e ás quais sem elas você jurava não viver, um sinal da mais pura covardia.
Medo de abandonar lembranças que te prendem á esse lugar, á essa pessoa, á essa situação - ou ao que quer que seja-, com o único intuito de te manter protegido do mundo lá fora é perda de tempo. Só te fará remoer lembranças que não voltam mais e que com tempo irão se desgastar como aquela velha calça jeans que você usa todo dia para trabalhar.
O que você vai fazer quando elas sumirem de sua memória? vai se desesperar? vai chorar e procurar lembranças inventadas para conseguir continuar vivendo?
É muito normal do ser humano temer o novo e querer a todo custo se manter intocável dentro de seu casulo inpenetrável de felicidade vazia... Só não seja mais uma dessas pessoas sorridentes - embora entediadas e entediantes -, que teimam em contar todos os dias ás maravilhosas historias de sua juventude, sobre como elas amavam e eram amadas. Sobre como elas sorriam e dançavam e como a vida era todo dia uma novidade para elas. 
Não entedie as pessoas contando sobre como era feliz, se for para contar alguma coisa, conte sobre como sua dia foi especial hoje e como sua vida vai mudar completamente amanhã.
Se recuse a viver de antigas lembranças boas achando que elas vão sempre te proteger, jogue no lixo o medo de viver o novo, abandone o antigo e viva o agora. 
Pra que viver na sombra escura do ontem, se você pode muito bem viver ao sol que aparece todos os dias para trazer novas experiencias?


/Preciso abandonar tudo que eu tenho agora, Só pra te contentar mais já passou da hora, Várias lembranças vou ter que esquecer, O amor que esquentava o peito vai adormecer - Up grade. Lembranças/

segunda-feira, outubro 19

Autosuficiente!




            Decidi que não faço mais nada por você. D
ecidi que vou viver por mim! Vou ser feliz comigo, vou rir comigo, sair comigo, dormir comigo, vou ser a única pessoa necessária para o meu total prazer de viver.
Felicidade autosuficiente deve ser melhor do que depender de você pra sorrir, depender de você pra me sentir bem e depender de você pra que minha vida seja diferente.


                     Aí você me olha com aquela cara de 'sabe-tudo' e diz entre sorrisinhos histéricos:
-Querida, nunca ouviu dizer que é impossivel ser feliz sozinho?
E eu vou te responder:
-Quem disse que quero ser feliz sozinha? Só não preciso de você pra ser feliz.

domingo, outubro 18

Criancisse!




              Quietinha em meu mundo de sonhos sou um adulto meio criança. Um adulto que não queria a custo nenhum crescer, que queria ter os biscoitos da mãe pra sempre, o carinho do colo do pai o tempo todo, e as tardes de brincadeira com as irmãs eternamente.
Olho pela minha janela o mundo adulto. Te vejo correndo e olhando para o relógio como se sua vida dependesse de que horas você fosse chegar ao encontro marcado. Te vejo chorando porque o marido estava na cama com outra e agora você descobriu que o amor não existe. Te vejo cansada porque passou o dia stressante aturando o metido a besta do patrão gritando no seu ouvido dizendo que seu tempo é insuficiente dedicado a empresa. 
Alguém que cresceu, virou um adulto. Adulto de verdade, me diga, o que você ganhou com isso?
Ainda tem tempo pra quem você ama? ainda come os biscoitos da sua mãe, pelo menos fala com seu pai ou lembra de ir pra casa brincar os irmãos?
Só assim, me peça para crescer, se me garantir que serei feliz longe das pessoas que eu amo, eu cresço com prazer. Mas se não puder mais fazer isso, vá com sua 'adultice' embora, que eu continuarei aqui no mesmo lugar, com minha eterna criancisse!




Lá eu pude ver que você é como eu sou e quero sempre ser .. uma eterna criança..
.. essa eterna criança.. ..quero te agradecer...
Por quatro dias de sonho e depois por me mostrar que eu não tenho que acordar - 
Mahalo . O sonho não tem que acabar

sábado, outubro 17

Nome Próprio!

video


Não precisa entender pra apreciar.

Não precisa de machucar pra ver o quanto dói. Não precisa sofrer para entender. Não precisa morrer pra querer viver. Não precisa sonhar pra de desligar do corpo. Não precisa ser forte pra conquistar.

Não precisa ser linda para ser amada. Não precisa ser perfeita para entrar. Não precisa sorrir pra ser engraçado. Não precisa ser quente para queimar aqui dentro. Não precisa correr para chegar. Não precisa ser inteligente para decorar.

Não precisa ter ótima memória para lembrar ... mais com certeza pra ser Sensível para sentir.




Quando você tira a roupa algo se revela, você tem uma tatuagem de cicatriz - Porcas Borboletas . Nome próprio

sexta-feira, outubro 16

Seja amada




Agora é a hora PERFEITA pra você abandonar quem se tornou e voltar a ser quem era! 
Ou se tornar a pessoa que você sempre sonhou ser e por medos tolos acabou guardando dentro de uma gavetinha embaixo de seu livro de auto-ajuda e aqueles poemas que você não publicou por medo dá critica de merda que as pessoas sempre tem para fazer.!
Hora de deixar de ter medo do que os outros vão pensar das atitudes que você tomou, das coisas que você falou ou do que vcê fez. Agora é hora de sair na rua de chinelo azul e meia roxa sem pensar que todos estão olhando pra você, e se tiverem ... Fodam-se.
Chega dessa coisa que é preciso ser magrinha, loira, ter olho azul, falar 3 linguas, ser mega inteligente e nunca destratar ninguém.
Vamos comer aquele sanduichão no boteco do seu Zé, tire 4 nas provas a não se desespere, fale merda e xingue meio mundo, porque ser boazinha o tempo todo faz mal á saude.
Fale mal daquela menina que se acha a gostosona, finja que não gosta daquele cara lindo da escola só para ser diferente.
Pense que a partir do momento em que você pensar em sí mesma, estás começando a viver, está começando a atirar seus medo descarga abaixo e está 1 passo mais perto de ser feliz. 
Mas quando deixar de fazer algo só por medo do que a vizinha mal-comida vai falar, você está simplesmente jogando fora um pedacinho de felicidade que estava louco para sair. 
Não assasine seus desejos.
Tente pelo menos dessa vez não amar ninguem, não chorar por ninguem e conseguentemente não sofrer. Pense em limpar o quarto e dar uma volta com o cachorro, vá ao cinema, ao teatro, coma uma barra de chocolate, tente pelo menos dessa vez. Deixar de amar e SEJA AMADA, se ame, pense em você, seja você e consequentemente seja FELIZ.

sábado, outubro 10

Amour instantané I


Sentada naquele lugar sem graça, com muitas pessoas ao redor e ao mesmo tempo um sentimento de pura solidão, ela não via um propósito para sair aos sabados á noite, não saia para procurar um amor - nem acreditava que axaria naquele lugar-, não saia para se divertir .. só saia para contar ao pessoal da faculdade que havia bebido 3 doses de Wisky barato e ido dormir sozinha em seu gelado apartamento de 8º andar.
Ele havia sentado ao lado dela como quem não queria nada - talvez ele nem quisesse mesmo-, olhou para ela, olhou para o copo e para ela de novo:
-Você vem sempre aqui?
Ela sorrio internamente com a esdruxula pergunta, que não passava de uma talvez cantada barata:
-Sim.
Ela não ia prolongar conversas, não iria para cama com ele de jeito algum. Dessa vez olhando para o copo ele diz:
-Você não parece muito animada, e com certeza esse Wisky de R$1,70 o copo não vai te ajudar a melhorar isso.
Quem ele axava que era para ficar dando opiniões sobre o Wisky de merda que ela bebia e os sentimentos que ela sentia:
-Você não tem nada melhor pra fazer do que ficar olhando pra mim e pro meu copo e logo após isso soltar suas frases de filosofia barata para tentar armar uma conversa casual?
-Olha, é inteligente, mais quem disse que eu quero mesmo ficar aqui conversando com você? eu posso estar apenas sentado esperando minha cerveja e não resisti em criticar a bebida péssima.
Ele era atrevido.
-Se for mesmo isso, pegue a cerveja e caia fora.
Ele pegou o copo da mão dela e a pegou pelo braço ao mesmo tempo, á fez levantar e a arrastou para fora do lugar, ela bem que poderia gritar, dizer que o cara estava tentando assalta-la, que ele era um maniáco, mais não havia conseguido proferir uma única palavra, um único som sequer de revolta com o ato bruto do desconhecido de barba por fazer e olhos profundamente pretos.
Do lado de fora do barzinho ele a larga, ela parecia ter voltado á sí agora que ele não a tocava mais:
-Seu idiota, alem de tomar meu wisky que você diz ser uma merda, ainda tem coragem de me pegar desse jeito.
Ela virou as costas e começou a caminhar pela rua escura, ele a alcançou rápido:
-Existe um mundo aqui fora, um mundo onde mágoas não se apagam com um copo de wisky e uma noite vazia sentada em um bar de esquina.
-Filosofia, pura filosofia, o que você é? Escritor?
Ele ignorou a pergunta e a beijou, naquele momento um formigamento no rosto começou a dar sinal, ela não sentia suas pernas tremerem, sua mão suar, ou sinos tocando ... Mais ela sentia, sentia que aquilo sim era diferente, sentia que pela primeira vez tinha acertado em sair de casa.

sexta-feira, outubro 9

Obrigada.


                                          Sei lá se isso vai parecer irônico, mais não leve a mal, não é irônia minha, é apenas um agradecimento mesmo. É que você me ensinou muita coisa nesses últimos meses. Já vai fazer 1 ano, mais parece que foi ontem... 
Parece que ontem eu estava lá deitada na cama da minha irmã escutando 'O carcará e a rosa' e lembrando na nossa noite. Mais isso já passou.
Dos muitos amores falsos que por um momento achei serem verdadeiros, confesso que você foi o mais significativo. Você foi aquele que me fez enxergar novas coisas, fez minhas opiniões mudarem. É rapaz, se orgulhe, você quebrou conceitos.
Então Obrigada mesmo, por ter sido aquele cara pra mim, e apesar de agora vocês estar lá, e eu estar aqui, você ainda se faz presente. Não com a mesma intensidade, não com o mesmo sentimento, mais de um jeito bem peculiar, um jeito singelo e sóbrio que não me faz mais perder a cabeça e pensar que você é único.
Você foi aquele que me ensinou a amar intensamente..
E esquecer consequentemente.